Buscar
  • Conquistar Consórcios

4 dicas úteis para quem quer fazer um consórcio


O consórcio está em alta no Brasil, isso porque é a forma menos burocrática para adquirir um imóvel, carro ou até mesmo investir para formação de patrimônio ou contratação de serviços como, por exemplo: curso no exterior, festa de casamento e cirurgias.


Se você está pensando em fazer um consórcio, porém não sabe como proceder, pode ficar tranquilo, nós vamos te ajudar. Neste conteúdo apresentamos 4 dicas para você fazer um consórcio da melhor forma possível. Confira!


1. Verifique se você pode esperar a contemplação


Muitas pessoas fazem um consórcio pensando que vão ser contempladas no primeiro mês. É possível acontecer? Sim, com certeza. Porém, as chances são mínimas, principalmente sem ofertar um lance.


Então, veja se você realmente pode esperar pela contemplação. Entenda desde já que o consórcio é um investimento de médio e longo prazo e você precisa estar preparado para não contar com o valor da carta de crédito nos primeiros meses.


2. Encontre o melhor plano para sua situação atual


Antes de fazer um consórcio, é preciso ter em mente qual o melhor plano para a situação atual que você se encontra. Por exemplo, está buscando o quê? Um carro? Um imóvel? Aumentar o patrimônio?


É importante saber qual o objetivo antes de assinar um consórcio. Mas, se você mudar de ideia depois de assinar o contrato, não tem problema. Vamos dar um exemplo do que acontece bastante para você entender:


Você adquiriu um consórcio de imóvel, certo? Porém, foi contemplado rapidamente e não estava preparado para isso. É possível vender sua carta de crédito por um valor interessante e não utilizá-la para comprar, de fato, o imóvel.

Assim você não precisa pagar o restante das parcelas e recebe um valor significante na sua conta bancária. Ou seja, se torna um investimento, e não a compra do imóvel, como era o objetivo no início do contrato.


3. Confira se a empresa do consórcio é autorizada pelo Banco Central


Como estamos falando de valores altos, é preciso estar atento às fraudes. Muitas empresas dizem oferecer boas condições quando, na verdade, não são nem autorizadas pelo Banco Central.


É comum vermos reclamações e pessoas enganadas por serviços que nem existem. Portanto, antes de assinar o contrato de um consórcio, verifique se a empresa realmente é legal e está autorizada para atuar pelo Banco Central do Brasil.


4. Saiba que o crédito do consórcio pode variar


O crédito do consórcio é atualizado periodicamente. O critério varia de acordo com a empresa responsável, porém, na maioria das vezes é baseado em algum índice de inflação (como IPCA e IGPM) ou o preço sugerido pelo bem, como no caso de veículos.


Vamos supor que você contratou um consórcio de R$ 50 mil para comprar o veículo “x’, e após 15 meses sua carta de crédito foi contemplada. Se o preço do automóvel subir para R$ 55 mil, por exemplo, mesmo assim você conseguiria comprar, graças à correção do crédito.

É importante lembrar que essa mudança pode ser para menos também. Se o seu crédito baixar, a sua parcela também sofrerá um reajuste — ficando menor, é claro.


E aí, gostou das 4 dicas que apresentamos para você fazer um consórcio? Então, assine nossa newsletter e acompanhe todas as novidades por lá!

70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo